3.6.08

A curiosa ausência da Método 3

Já repararam que Francisco Marco, o palhacito que regurgitava enormidades do género “vamos encontrar a Madeleine antes do Natal (de 2007...)” não bota faladura há um bom par de semanas? Não chamaria a isso o silêncio dos inocentes, mas acho estranho que alguém tão excitável e vocal perante a visão de objectos cilíndricos de apreciável dimensão – as teleobjectivas da TV e dos fotógrafos, claro... - tenha agora guardado de Conrado o prudente silêncio. Curioso. Iria jurar que isso aconteceu desde que a Método 3 mudou para um novo e luxuoso escritório, com uns vizinhos interessantes,no rés-do-chão. Faz-me lembrar o tempo em que a redacção de O Independente era por cima do famoso Cinebolso.

2 comentários:

astro disse...

Pois devem ter-se-lhes acabado as testemunhas para intimidar, para perseguir e para subornar. Ou quem sabe, valores mais altos se 'alevantam'...?

Mercedes disse...

Cobrando 50.000 Libras mensuales más gastos, espero que lo que les tenga la boca cerrada sea, por lo menos, una investigación fiscal.

Quien rata nace, rata muere...