9.4.09

Brendan de Beer, uma reles imitação de jornalista


Este exemplar da escória humana já antes se tinha dedicado a insultar Portugal e os Portugueses. Agora, numa entrevista ao pai negligente da criança “desaparecida” na Praia da Luz, o sabujo distorce e manipula um pormenor fundamental, para fingir que é um jornalista sério. A dada altura, pede ao pai negligente para esclarecer a contradição entre as suas declarações e as de Jane Tanner, em relação ao local onde Gerry Mccann se encontrava, quando parou para conversar com Jeremy Wilkins, pouco antes de Madeleine “desaparecer”.

O que Brendan de Beer não revela é que Jeremy Wilkins, que esteve a conversar com Gerry Mccann por volta das 21h15, garante que Jane Tanner não passou por ali. Jane Tanner, “La Visionária”, garante que passou por ali e viu Gerry e Jeremy a falar, na rua, junto ao portão de entrada do apartamento A5, pouco antes de ver o alegado suspeito a transportar uma alegada criança.

Só me fica uma dúvida: o Brendan de Beer é mesmo estúpido ou foi pago para fazer esta manipulação jornalística?

3 comentários:

Maria C.Lopes disse...

se só houvesse um .... isto era canja.

basta imaginar o que aconteceria se TODOS OS BONS jornalistas Portugueses e Ingleses, levassem a investigação deste caso a sério !!!

Cláudia disse...

Eu cá voto num estúpido a ser pago.

mariac disse...

boa,cláudia!

as cervejas e as garrafas de vinho ao serviço das invenções.
Depois de as beberem ,bem podiam....esqueci-me do que dizer.ah,não,não esqueci só que ficar escrito é feio.